O Níger é o terceiro rio mais longo da África, e o principal da África Ocidental, com cerca de 4 180 quilómetros de comprimento e uma bacia hidrográfica de 2 200 000 quilómetros quadrados. Nasce nas montanhas na fronteira entre a Guiné e a Serra Leoa, dirige-se para norte e depois para nordeste, passando por Bamaco, capital do Mali, e depois por Tombuctu. No meio do deserto do Saara, faz uma apertada curva para sueste, passando por Niamei, capital do Níger. Serve de fronteira entre este país e o Benim e desagua no Golfo da Guiné, num enorme delta no sul da Nigéria.
Mapa

Rio Niger
Origem
Esta estranha forma em arco parece ser devida a este rio ter sido originado pela junção de dois rios: o que segue para nordeste desaguaria num lago interior, antes de o Saara se ter tornado um deserto (há cerca de 6 000 anos) e o que segue para sudeste teria origem nas montanhas próximas da actual curva. 
Características
Uma característica incomum do rio é o delta interior do Níger, no qual a sua inclinação diminui. O resultado é uma região de correntes trançadas, pântanos e lagos do tamanho da Bélgica; as inundações sazonais fazem o Delta ser extremamente produtivo, tanto para pesca quanto para a agricultura. O Níger tem uma das rotas mais incomuns dos grandes rios, uma forma de bumerangue que confundiu geógrafos europeus por dois milénios. A sua fonte localiza-se a apenas 240 quilómetros de distância do Oceano Atlântico, mas o rio vai até ao deserto do Saara, então fazendo uma curva acentuada à direita, perto da antiga cidade de Tombuctu, e vai até o Golfo da Guiné. Essa geografia diferente, aparentemente, se deverá ao facto de o rio Níger ser um dos rios mais antigos do mundo.
Principais afluentes
O rio tem o seu principal afluente que é: o rio Benué.
Importância
Níger tem uma grande importância histórica, uma vez que propiciava o abastecimento das caravanas que atravessavam o continente, e deu origem a cidades importantes, como as atuais capitais e ainda Tombuctu, património da humanidade, que já foi um grande centro urbano.